Eleições

TSE faz nesta segunda, sexto teste de segurança das urnas

Novembro 22 / 2021


Em mais uma etapa de avaliação da segurança dos equipamentos que serão usados nas eleições de 2022, o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) faz, nesta segunda-feira (22), o sexto teste público de segurança das urnas eletrônicas. De acordo com a Corte, 26 investigadores vão colocar em prática 29 planos de ataque, para tentar desvirtuar a votação.

O objetivo é identificar fragilidades e falhas que poderiam colocar em risco a segurança do voto e a integridade das eleições. O procedimento ocorre desde 2009 e leva a mudanças nos softwares e hardwares das urnas sempre que algum novo risco é identificado.

A realização sempre antes da eleição é necessária por causa do avanço tecnológico, que cria novos mecanismos e ferramentas para invadir e alterar sistemas informatizados. "O sistema é aprimorado com o reforço da sua segurança diante de novas tecnologias que vão surgindo", afirma o ministro Luís Roberto Barroso, presidente do TSE.

De acordo com o TSE, foi montada uma estrutura com ?computadores, urnas, impressoras, ferramentas e insumos - montada em espaço exclusivo, com entrada controlada, monitorado por câmeras, no 3º andar do edifício-sede da Corte Eleitoral, em Brasília?. A complexidade do caso é tão elevada que os eventos que envolvem ataques e observação dos resultados vão durar cinco dias.



R7



Publicado por: Tiago Borges E-mail: jornalismo@gazeta670.com.br
Compartilhe esta notícia em suas redes sociais