Esporte

Sercesa e OMF estreiam com derrota na Taça Farroupilha Região Planalto

Maio 03 / 2021

No Sábado (01), a Sercesa queria coroar o trabalho árduo do primeiro mês de treino com uma vitória na estreia da Taça Farroupilha. Não deu. A equipe de Selbach mostrou competências para aproveitar as chances criadas e defender-se das ações Vermelho e Branca. 2 X 1 para o time da casa.

A primeira chance da partida foi da Sase. Mas a Sercesa começava a encaixar suas jogadas. Quando a equipe carazinhense começava a se impor, com um volume maior, a partida foi interrompida. Os soldados da Brigada Militar presentes no ginásio foram chamados para atender uma ocorrência. Como o regulamento impede a realização da partida sem policiamento, a partida foi interrompida, até que o efetivo retornasse ao ginásio.

Passados cerca de 30 minutos e com o retorno dos policiais, a partida recomeçou. E, literalmente, de onde ela parou: com a Sercesa criando mais chances. Mas aos 12 minutos da primeira etapa, nova paralisação. As luzes do ginásio se apagaram. Uma falha elétrica comprometeu a iluminação do ginásio, que permaneceu incompleta até o fim da partida e o funcionamento do placar eletrônico, que parou de funcionar por diversas vezes, obrigando ao cronometrista recorrer a contagem manual. O volume de jogo da Sercesa permaneceu intenso, até que, aos quinze minutos, a SASE cometeu sua sexta falta. Tiro livre direto, que Willian não desperdiçou. Chutou no canto direito do goleiro Erlison, que nada pode fazer. Sercesa 1 x 0.

A segunda etapa começou com a SASE correndo atrás do prejuízo.  A Sercesa tinha maior posse de bola, criava as oportunidades, mas não conseguia ampliar o placar.  A SASE começou a incomodar mais. Os donos da casa pressionavam mais que na primeira etapa, obrigando ao goleiro Gui Marin a defesas providenciais. A Sercesa respondia com contra-ataques velozes. Aos 11 min, Lucão recebeu na intermediária direita e chutou forte. Era o empate da SASE. Um minuto depois, num contra-ataque rápido, a SASE fez o segundo, com Lucas Belém. A equipe de Carazinho correu atrás do resultando, criando e pressionando. Até mesmo com o ala Lucas Theodoro como goleiro linha. Mas não conseguiu. 2X1.

O técnico Jarico lamentou o resultado. Assumiu a responsabilidade pela derrota, ressaltando o volume de chances criadas e desperdiçadas na primeira etapa e pelas dificuldades da equipe em manter o padrão de jogo, após o empate da SASE. O goleiro Gui Marin afirmou que não há tempo para muita lamentação. O grupo precisa corrigir os erros e partir para a próxima rodada. Willian, o autor do gol da Sercesa, dedicou o gol a filha, aniversariante do dia. O atleta destacou que a equipe não poupou esforços. O grupo assume a responsabilidade pelo que aconteceu em quadra e está ciente de que somente com trabalho e aplicação estes erros deixarão de acontecer. O próximo compromisso da Sercesa é em casa, na próxima quarta-feira, frente a OMF, no clássico carazinhense.

A outra equipe representante de Carazinho na Taça Farroupilha Região Planalto a OMF também no sábado, foi a Espumoso enfrentar uma das equipes mais tradicionais do futsal gaúcho, o Guarany. A equipe carazinhense foi derrotada por 7×2.


Na próxima quarta-feira (05), no ginásio do SEST/SENAT, tem clássico da cidade Sercesa x OMF , ainda sem horário definido.

(Fonte e Foto: Sercesa/ Foto: OMF). 

Compartilhe esta notícia em suas redes sociais