Português e Literatura

Mais deslizes gramaticais...

Maria Solange
Outubro 27/ 2021

Frequentemente, percebemos alguns deslizes gramaticais que passam despercebidos, mas que devem ser corrigidos para evitar problemas de comunicação. 

          1-> Com a Reforma Ortográfica de 2009, não há mais acento agudo nas palavras paroxítonas com ditongo aberto EI – OI. Ex.: ideia, assembleia, geleia, centopeia, jiboia, joia, paranoia, heroico...

         2-> Quando se usa o verbo “assistir” no sentido de “presenciar”, exige-se a preposição “a”, logo, diante de palavra feminina, usa-se crase e diante de palavra masculina, usa-se “ao”. Ex.: Assistimos ao jogo de ontem. Assistimos à novela “Império”.

         3-> NUNCA se usa o sinal da crase diante de verbo, palavra masculina, pronomes pessoais, artigo indefinido, entre palavras repetidas e quando o “a” vier antes de palavra no plural. Ex.: O pagamento será a partir de dezembro. Comprei a prazo. Entregamos os livros a eles.  Referiu-se a uma senhora idosa. Ela ficou cara a cara com o ladrão. Não vou a festas carnavalescas.

         4-> Atenção na escrita das palavras: beneficente; empecilho; mendigo; eletricista; de repente; com certeza; problema; próprio; alto-esporte; autoesporte; autossugestão; bem-vindo; mal-educado; bem-estar; mau-humor; anti-higiênico; anti-inflamatório; sicrano; prevalecido; preconceito; pré-estreia; a partir de; berinjela; rissole; rocambole; queijo muçarela...

         5-> Ao abreviar HORAS, atenção: Plantão 24 h; São 10 h e 30 min -> usa-se letra minúscula sem ponto final.

         6-> Diferença entre as palavras: sexta (numeral); cesta (vasilha); sesta (soninho); seção (repartição); sessão (reunião); cessão (doação) e secção (divisão). Ex.: Na sexta-feira, após a sesta, fui ao mercado e levei a cesta para colocar as compras. Depois que assisti à sessão da tarde, fui à loja, seção/secção esportiva, para comprar algumas meias, a fim de fazer uma cessão às crianças do orfanato.

         7-> Ao escrever uma redação, artigo ou crônica, cuidar o emprego das locuções “através de” (sentido de atravessar de um lado para outro), e “por meio de” (por intermédio de). Ex.: O sol aparecia através das nuvens. Fiz a pesquisa por meio de entrevistas e fotografias.

        8-> Se for uma mulher que agradece, ela deve dizer: “Obrigada!”. Se for um homem, ele deve dizer: “Obrigado!”  

        9->  NUNCA se inicia uma frase com pronome pessoal oblíquo átono. Ex.: Empresta-me um livro. Deixaram-nos esperando mais de hora. Entende-se que a vida anda muito agitada.

        10-> Cuidado ao fazer anúncios publicitários, tais como: Vende-se esta casa. Alugam-se apartamentos. Reformam-se sofás. Procuram-se especialistas em Informática. Trata-se de cães domésticos ou Tratam-se cães domésticos. Precisa-se de operários. Se não tiver a preposição “DE”, o verbo deve concordar com o seu sujeito.                                




Compartilhe esta coluna em suas redes sociais