Coluna Circulando e a política atual.

Escola Cívico-Militar.

Ana Maria Leal
Julho 19/ 2021

Carazinho está na lista de 24 cidades confirmadas para receber uma Escola Cívico Militar.

A informação foi anunciada nesta noite de segunda-feira (19) pelo vereador Alécio Sella (PP) durante a sessão da câmara de vereadores.

O próprio deputado estadual Coronel Zucco, autor do projeto, também nesta noite, divulgou em suas redes sociais a lista das cidades (Arvorezinha, Balneário Pinhal, Cacequi, Canoas, Carazinho, Casca, Coronel Bicaco, Cruz Alta, Dom Pedrito, Frederico Westphalen, Garibaldi, Gravataí, Ibiaçá, Julio de Castilhos, Lagoa Vermelha, Sananduva, Santo Augusto, São Borja, São Gabriel, São Miguel das Missões, São Vicente do Sul, Três Passos, Tupanciretã, Vicente Dutra).

Conversando com Alécio nesta noite me disse que o projeto será implantado no Caic, que passará a ser Escola Municipal de Ensino Fundamental Cívico-Militar Eulália Vargas Albuquerque, e é uma construção sua tanto com o deputado quanto com lideranças do executivo municipal de Carazinho.

Citou a secretária municipal de Educação, Sandra Bandeira Guerra, e a vice-prefeita Valeska Walber.

Apesar dos poucos meses de mandato o vereador aproveitou bem o tempo que passou conversando com vários partidos políticos, nos últimos anos, enquanto decidia em qual se filiar e amadurecia a ideia de concorrer.

Fez e mantém boas relações com essas siglas e políticos.

Zucco é do PSL, Sandra e Valeska, do MDB.

Alécio pode confundir colegas de legislativo, pairando um pouco aqui, depois acolá.

Está dosando seus passos.

Ora recua, ora avança.

Como agora.

A súmula da adesão do município de Carazinho está no Diário Oficial na data de hoje (19/07). 




Compartilhe esta coluna em suas redes sociais