Coluna Circulando e a política atual.

Trânsito.

Ana Maria Leal
Maio 12/ 2021

O fato de tramitar na câmara em regime de urgência um projeto que abre crédito para o município adquirir uma nova motolância para o serviço do Samu em Carazinho - a que havia teve perda total em acidente de trânsito - fez com que muitos vereadores falassem sobre o trânsito na sessão desta semana.

Foi João Hartmann que citou a importância do projeto destacando o quanto a motolância faz um atendimento preliminar ao da equipe que se desloca com a van, garantindo rapidez do socorro, pois o condutor da moto é um técnico de enfermagem preparado para os primeiros atendimentos.

Porém, João lembrou que paralelo ao projeto é preciso atenção para as ruas que são utilizadas como rota das ambulâncias até o HCC, e citou a 14 de Julho e a Cipriano Ribeiro da Luz, que, segundo ele, dão acesso ao hospital mas pelas quais o Samu nem sempre pode passar, dependendo da condição do paciente.

Com o conhecimento de causa que tem por atuar no setor de educação no trânsito, o vereador Alexandre Teixeira contribuiu com o assunto informando, entre outros, que os condutores de ambulância, todos, passam pelas suas mãos, são seus alunos.

''Sabemos da dificuldade muito grande dessa trafegabilidade, a via na qual trafega ambulância tem que ser perfeita, uma vítima de múltiplas fraturas, por exemplo, qualquer relevo na via vai complicar, vai dar lesões adversas, sequelas adicionais nas vítimas. Essas vias precisam ser rapidamente estruturadas, tem um índice grande em cima disso, as lesões adicionais são em torno de 70% devido a trafegabilidade da vítima em via irregular''.

O trânsito também foi assunto do vereador Gilson Haubert

Fez um requerimento referente ao estacionamento da área azul.

Está pedindo mais uma pintura para o espaço onde os carros devem estacionar. Diz que só no asfalto não tem bastado, pois foi procurado por motoristas multados ao não estacionar dentro das marcações. ''Que seja pintado em cima do meio fio da calçada, que (o motorista) possa verificar pelo retrovisor, tanto lado direito quanto lado esquerdo, muito importante essa separação, até poderia pedir mais coisa, alguma coisa mais luminosa, à noite, pro pessoal verificar, mas só a pintura no meio fio, azul, já beneficiará a pessoa''.

O vereador já deu um spoiler: será que a área azul passará a ser cobrada também à noite?

Na foto do Circulando estão o vereador Alexandre Teixeira com Celso Morais, colega do PRTB, -vice na chapa do partido com Renato Weber nas eleições do ano passado-, que foi acompanhar a atuação de Alexandre nesta semana, substituindo Adriano Strack





Compartilhe esta coluna em suas redes sociais